terça-feira, 22 de novembro de 2011

CAMINHADA PELA PAZ PELAS VÍTIMAS DO TRÂNSITO NO RS


Caminhada pela Paz reúne 500 participantes em Porto Alegre - Thais Silveira - Bado Comunicação.

A mobilização organizada pela Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS) e Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) reuniu no último domingo (20) mais de 500 participantes na "Caminhada pela Paz", uma homenagem às vítimas do Trânsito no Rio Grande do Sul.

Vestidos com a camiseta da campanha, familiares das vítimas, representantes da classe médica e simpatizantes da ideia de promover a conscientização sobre os perigos no trânsito seguiram o percurso que teve início no Parque Moinhos de Vento (Parcão).

O ato contou com a participação dos alunos do Colégio Santa Cecília, da entidade Vida Urgente e do Grupo Cicloatividade. Ao final do trajeto, em frente ao Monumento do Expedicionário, no Parque da Redenção, centenas de balões na cor branca foram soltos ao céu.

O presidente da AMRIGS, Dr. Dirceu Rodrigues, salientou que outras mobilizações serão promovidas pela entidade em 2012. “O programa Acorde Para a Vida dará continuidade a ações de prevenção como esta no próximo ano”. Para o Dr. Osvandré Lech, presidente da SBOT, esta caminhada pode mostrar ainda mais o papel atuante da sociedade: “Com este ato, a SBOT no Brasil e no Rio Grande do Sul reforça suas ações dentro das metas estabelecidas pela ONU e OMS para reduzir as vítimas no trânsito até 2020.”

Um comentário:

by Simoninha Fava disse...

Até qdo essa violência do trânsito irá continuar? eu perdi meu irmão mês passado 29/10 vitima d violência do trânsito, imprudência de um motoqueiro q vinha em alta velocidade e atropelou meu irmão q estava atravessando a rua... meu irmão tinha 23 anos, uma vida pela frente... já o motoqueiro, quase nada aconteceu, e nada vai acontecer tbm né... o mesmo vai continuar a andar em alta velocidade por aí. Carros e motos tbm são ARMAS.. porq esses individuos não são presos?porq? nem a CNH e aprendida, ate qdo essa violência vai permanecer? Meu Deus... BASTA!!